sábado, 10 de março de 2012

Os maiores vilões de novelas. Anos 2000 Edition.

Estamos de volta coma segunda edição dos maiores vilões de todos os tempos. E dessa vez, vamos falar dos queridíssimos vilões pra quem a gente torceu muito nos anos 2000. Eu já to emocionada.

Branca Letícia de Barros Mota de "Por Amor". Pra mim, o melhor papel de Suzana Vieira em todos os seus 190 anos de carreira.
Branca era doida da buceta por Atílio, o personagem do Fagundão. E por isso infernizava a vida do marido, e idolatrava Marcelo, o filho mais velho, que ela pensava ser do seu grande amor.
Bonito foi o dia em que ela descobriu que o filho mais novo e odiado, era na verdade o filho do seu ex amante. Além dessas, Branca perseguiu o namorado da filha, plantou drogas na mochila dele, e humilhava os empregados seguidamente, sempre com as MELHORES frases.
Como não amar os Martinis all the time?? Alías, uma taça de Martini (a ultima das moicanas, já que estava falida) foi a única companheira de Branca no fim da novela. Casa e piscina sujas, solitária pra todo o sempre.Laura Prudente da Costa, a cachorra de "Celebridade". Essa fia foi movida pelo ódio que sentia pela Musa Do Verão, Maria Clara Diniz do ínicio ao fim da novela. Isso porque Maria Clara foi jurada num show de calouros e desclassificou a mãe de Laura, arruinando pra sempre a vida das duas. Os planos maquiavélicos eram o seu ponto forte, e o seu parceiro e michê vivido por Márcio Garcia era uma atração a parte. Tem como não amar??
NAZARÉ TEDESCO, God save the Queen. Acho que 90% da população instruída desse país era Team Naza. Naza era podreira total: ex prostituta, ladra de crianças e assassina de senhores indefesos (beijos pro Tarcísio Meira). Mas as suas frases "loira louca? Loira linda, isso sim", "eu sou gostosa pá daná", e "chega esse bundão pra lá sua espaçosa"conquistaram o coração do Brasil. Naza, e seu parceiro apelidado por ela de Josimerdo, eram tão sem noção que arrancaram litros de risadas no último capítulo, acampados junto com um grupo de Sem Terra. E se você também torcia pra Naza Tedesco, junte-se a mim. #ForaAntaNordestina
Bia Falcão, em "Belíssima". Desprezo pelos familiares, ganância, ninfomania na terceira idade, cara de pau, aversão a pobreza e um QI de dar inveja. Eu não amo, eu quero ser Bia Falcão.

Sílvia, de "Duas Caras". Foi nesse papel épico que eu vi que Alinne Moraes é uma atriz babadeira. Isso pra não comentar o nível de beleza estonteante em que ela tava nessa novela.
Silvia voltou pro Brasil e Marconi Ferraço ( o vilão mór) ficou tarado por ela. Juntos eles fizeram poucas e boas para a picolé de chuchu Maria Paula.
O mais louco foi que Alinne deu uns tons de loucura pra personagem, e o autor pegou. Silvinha, ficou doidona de ciúmes, e a paixão do Ferraço foi pras cucuias. Ela começou a sair com o motorista, e mais tarde a dar pra qualquer um que quisesse comer. Os olhos vidrados eram a melhor parte. Linda e louca, eu amava.

E eu só tenho uma coisa pra dizer: sai de cena sem alarde, Tereza Canastrina. HAHAHAHAHA..

Um beijo, Leila.

3 comentários:

Anônimo disse...

BRANCA LETICIA ever!

Ari Galassi ▒Corr▒ disse...

Fico ALUCICRAZY de saudades da queen NAZA!
Uma bayja, sua lymda!

Dario Duarte disse...

Adorei a lista, mas faltou a Flora!!!